Blog

Publicado em 24/11/2015

Parabéns David

Parabéns David

O mês de novembro também foi comemorado aniversário do nosso colaborador David, muita saúde e felicidade.

Grande abraço de toda equipe Burn.

Publicado em 20/11/2015

Seu site vende?

Seu site vende?

Seu potencial cliente não quer saber de você, e sim dele próprio. Seu site reflete isso?

Quando pergunto se o seu site vende, não estou me referindo a uma venda propriamente dita, como aquela realizada por uma loja virtual. Me refiro ao quanto o seu website está preparado para levar um cliente em potencial, visitante do site, a se imaginar cliente da sua solução e daí agir, iniciando o contato.

Não há dúvidas de que um website é, hoje, o principal meio para um fornecedor se comunicar com seus clientes em potencial. O Google é o que é por causa disso.

NO MUNDO TODO, PESSOAS INICIAM RELAÇÕES COM EMPRESAS VISITANDO O SITE PRIMEIRO, NEM QUE SEJA SÓ PARA ENCONTRAR O TELEFONE OU PREENCHER UM FORMULÁRIO DE “FALE CONOSCO”.

Há milhões de websites na internet, às vezes centenas só no seu segmento. E, ainda assim, em geral, encontramos sites com textos rasos, repletos de lugares comuns em linguagem incompreensível de negócios, frequentemente coalhados de termos pomposos em inglês, com parágrafos enfadonhos descrevendo as características do produto ou serviço e mil vantagens, muitas sem qualquer embasamento real.

“Somos a melhor solução para a sua empresa!”
“Oferecemos o produto mais completo!”
“Entregamos o serviço mais eficiente!”

Quem está dizendo? Quem mediu para saber se o que está ali é verdade ou não? Há um Prêmio Nobel no segmento para atestar essas afirmações? Normalmente, não, apenas “la garantia soy yo!”. Este tipo de texto, no lugar de estabelecer um vínculo, cansa e afasta o cliente exigente que está hoje circulando pela web.

O leitor do seu site, seu cliente em potencial, só está interessado nos problemas dele, nas dores dele, em como ele vai se diferenciar frente aos clientes dele (no caso B2B) e se tornar mais forte em um mercado cada vez mais competitivo. Ele não se interessa por você.

Escrever o seu site sob o ponto de vista do seu cliente, usando a linguagem dele e, de forma muito sutil, apresentando como os seus produtos, serviços e diferenciais podem colaborar para que ele alcance o que deseja, estará iniciando um diálogo de parceria, estabelecendo uma relação de verdade, criando a percepção de que você entende o mercado e sabe o que os seus clientes precisam.

Devemos ser radicais aqui: em nenhum meio, nossos produtos, serviços e diferenciais interessam mais do que as dores e desejos do cliente.

NÓS, NOSSOS PRODUTOS E DIFERENCIAIS, SOMOS SÓ COADJUVANTES DA HISTÓRIA E NÃO PROTAGONISTAS. O CLIENTE É O PROTAGONISTA.

Além de criar o site na linguagem do cliente, com foco exclusivo nas dores e objetivos dele, garanta que o texto das páginas convide o cliente à ação de estabelecer um contato. Por exemplo, termine todo e qualquer texto com uma frase como esta: “Vamos iniciar uma conversa, sem compromissos, sobre os seus objetivos? Basta preencher o formulário abaixo.”

Por fim, coloque o formulário de “fale conosco” no pé das páginas e confira se o seu telefone aparece em todas as páginas também.

Visite agora o seu site e se pergunte se ele vende.

Boas vendas!

Leia mais em Endeavor @ https://endeavor.org.br/seu-site-vende/

Publicado em 17/11/2015

Comemoração aniversário Mateus e Novembro Azul

Comemoração aniversário Mateus e Novembro Azul

Ontem foi dia de comemorar o aniversário do nosso vendedor Mateus Sampaio. E já aproveitando também comemorar o Novembro Azul.

Parabéns Mateus, muita saúde e felicidade. 

Grande abraço de a equipe.

Publicado em 10/11/2015

6 dicas para usar o e-mail marketing na estratégia de marketing de conteúdo

6 dicas para usar o e-mail marketing na estratégia de marketing de conteúdo

Fazer uma campanha de e-mail marketing utilizando-se do marketing de conteúdo como estratégia requer um planejamento focado em apresentar soluções necessárias para o seu público-alvo, pois o público que será atingindo espera por conteúdos e informações relevantes.

O elemento chave para atrair visitantes é o conteúdo em si, portanto, é importante fazer com que você atraia o seu público-alvo para o site, estimule downloads de materiais para captação de leads, mostre novidades e dicas, construa um relacionamento com prospectos até convertê-los em clientes.

Veja algumas dicas para ajudá-lo com essa estratégia:

Dica 1: organize uma lista de contatos
A lista de contatos ou mailing é um item fundamental para ações de marketing, pois, além de conter o endereço de e-mails das pessoas que receberão suas campanhas, aos poucos você também consegue armazenar outros dados pessoais que melhoram a performance do e-mail marketing.

Enviar campanhas de e-mail marketing para o público que optou por se cadastrar no seu site ou blog é uma estratégia de grande potencial, pois são usuários que escolheram e desejam ler sobre os assuntos fornecidos. Por isso, o sucesso de uma campanha de e-mail marketing para esses usuários será maior, podendo atingir grandes resultados.

Portanto, organize muito bem a sua lista, pois é possível obter um feedback rico em informações que possam ser úteis como estratégia para futuras campanhas de e-mail marketing.

Dica 2: demonstre proximidade com o contato
E-mails automáticos enviados por softwares demonstram impessoalidade e afastam os usuários, pois eles tornam o contato muito mecânico. Seja pessoal com os usuários para ter sucesso em uma campanha de e-mail marketing.

Utilize a segmentação da lista e prepare uma campanha personalizada para esses e-mails, faça com que o usuário receba um e-mail diferenciado, mostre um conteúdo em uma linguagem mais simples, com um tom de “conversa entre amigos”, chamando-o pelo nome.

Conheça cada tipo de usuário testando os e-mails – por exemplo, o contato gostou do título e abriu o e-mail, receberá e-mail 1; caso ele não tenha se interessado pelo assunto e não abriu o e-mail, receberá um novo e-mail, porém o e-mail 2 irá trazer uma abordagem diferente do e-mail 1, com um título diferenciado, conteúdo diferente, e assim por diante. Essa estratégia poderá melhorar cada vez mais a sua proximidade com os usuários e transformar o contato que a princípio não abria os e-mails, e futuramente pode se tornar um usuário mais ativo.

Dica 3: pense em um assunto, o assunto!
Muitas pessoas excluem os e-mails antes de abrir, ao verem que o assunto não os interessam. Portanto, é nesse ponto que entra a questão da criatividade  e que você tem chances de conquistar o seu público-alvo.

Sabendo as necessidades de cada público no segmento de atuação, é possível desenvolver conteúdos diretos que apresentem soluções para cada tipo de prospectos ou clientes, tornando a taxa de abertura maior.

Pense e crie um título atraente para que o usuário abra o seu e-mail – essa é uma das estratégias que farão você se destacar dos demais concorrentes.

Dica 4: elabore uma “chamada” relevante para o seu conteúdo
A verdadeira intenção do e-mail marketing é convencer o usuário a comprar o seu produto e visitar as suas páginas para geração de resultados. Portanto, fazer com que o resumo de seu conteúdo seja atrativo pode ser um desafio, mas, se for bem elaborado, fará com que os usuários queiram ler cada vez mais os assuntos fornecidos.

Pensando nisso, é preciso elaborar conteúdos que despertem a curiosidade nos prospectos e clientes, fazendo com que eles queiram continuar a leitura e sintam o “sabor de quero mais”.

Estimule o acesso ao site, dê dicas, faça com que os usuários visitem suas páginas e compartilhem conteúdos com outras pessoas, estimulando também download de materiais.

Dica 5: conteúdo na íntegra
Partindo do e-mail marketing, solicite uma visita em seu site ou blog para o usuário ler seu conteúdo na íntegra – essa é uma ótima estratégia de visitação.

Seja criativo ao solicitar que o contato visite a página de destino, faça algo atrativo. No texto do site, coloque uma chamada de compartilhamento de conteúdo, comentários etc.

Dica 6: cuidado, não exagere no envio de e-mails
É preciso tomar cuidado com a quantidade e a frequência de envio de e-mails. Afinal, receber milhares deles diversas vezes durante o dia é chato. A maioria dos usuários tem problemas com as empresas que enchem a caixa de entrada com e-mails, às vezes irrelevantes, e acabam perdendo a credibilidade. Isso acontece porque não há uma segmentação e relacionamento com prospectos e clientes, tornando esses e-mails irritantes.

Portanto, é importante segmentar e ajustar a frequência ideal para cada tipo de público; sendo assim, o contato irá entender que o seu e-mail pode ser interessante em meio a tantos outros e avaliar antes de excluir.

Enfim, quem deseja ler quer ler conteúdos interessantes e relevantes, portanto não se esqueçam de que as estratégias de e-mail marketing não funcionam sozinhas, é preciso juntar todas as ideias para que um e-mail marketing seja realmente estimulante, e não apenas uma newsletter.

Leia mais em http://imasters.com.br/midia-e-marketing-digital/email-marketing/6-dicas-para-usar-o-e-mail-marketing-na-estrategia-de-marketing-de-conteudo/?trace=1519021197&source=page-home

Publicado em 03/11/2015

Aniversário David

Aniversário David

Novembro também foi o mês de comemorar o aniversário de nosso programador David, muita saúde e sucesso.

Abraço da equipe Burn.

« »